Entenda por que os KPIs são essenciais para uma boa gestão industrial

Entenda por que os KPIs são essenciais para uma boa gestão industrial
03/10/2018 Comentários desativados em Entenda por que os KPIs são essenciais para uma boa gestão industrial Blog,Gestão Marketing

Todo gestor sabe da importância do planejamento para que a indústria consiga atingir seus objetivos. Porém, mais do que planejar e projetar o futuro, é preciso acompanhar se as ações implementadas estão realmente oferecendo os resultados esperados. E uma forma de fazer isso é utilizar os KPIs.

Os KPIs são uma maneira de medir o desempenho da empresa em relação a vários fatores, e o uso dessas ferramentas é fundamental para basear a tomada de decisão pelos gestores de um negócio. É por causa da sua importância que, neste artigo, vamos explicar o que são os KPIS, para que eles servem e como você pode utilizá-los no seu empreendimento. Confira!

O que são os KPIs

A sigla KPI, do inglês Key Performance Indicator, pode ser traduzida como indicador-chave de performance. Esse indicador de desempenho é utilizado pelas empresas para verificar se determinada ação está resultando na projeção esperada ou, ainda, para analisar de forma geral como está a performance da empresa em relação a algum aspecto.

Os KPIs costumam ser confundidos com as métricas, porém, há uma diferença fundamental entre os dois conceitos: as métricas apresentam dados sobre o desempenho de determinado setor, mas não oferecem uma visão geral sobre a indústria nem demonstram a performance da empresa em determinado aspecto. Isto é, são dados isolados. Os indicadores de performance, por outro lado, permitem uma visão mais abrangente sobre o desempenho a partir da análise de várias métricas.

Geralmente, as métricas são dadas em números, enquanto os KPIs são apresentados em valor percentual. Assim, uma métrica seria, por exemplo, o número de parafusos que uma indústria produz diariamente. Já um KPI dessa métrica poderia estar relacionado à capacidade produtiva da empresa, como o número de parafusos produzidos por máquina a cada hora.

Dessa forma, todo KPI é constituído de métricas, mas nem toda métrica é um KPI, pois isso depende da capacidade de o indicador revelar, ou não, o alcance de determinada meta. Existe uma grande variedade de indicadores de performance que podem ser utilizados pelas organizações. Eles podem ser relacionados à lucratividade, rentabilidade, produtividade, qualidade e muitos outros quesitos importantes.

Porém, não é indicado utilizar todos de uma só vez. Essa prática pode acabar fazendo com que você perca o foco no que é realmente importante e acabe dando atenção demais a aspectos menos relevantes da gestão. Por isso, ao definir os KPIs na sua indústria, tenha em mente as estratégias do negócio para escolher indicadores úteis para cada momento.

Como escolher bons KPIs para a sua indústria

Além de avaliar a relevância dos KPIs para a estratégia, há outros aspectos que devem ser analisados ao definir os indicadores de performance para a sua empresa.

Um deles é a possibilidade de mensuração, afinal, para que você possa medir o desempenho de determinada ação, é fundamental que ela possa, de fato, ser medida. Isso parece óbvio, mas, às vezes, falta atenção a esse ponto. Imagine, por exemplo, que você deseja aumentar a capacidade produtiva da sua indústria, entretanto, o sistema utilizado não demonstra quantos produtos são produzidos por máquina a cada hora.

Diante disso, no atual momento, a sua empresa não tem como medir esse indicador e nem terá como fazer uma análise retroativa dele. Isso não quer dizer que você precisa desistir de utilizar o KPI, mas que deve desenvolver formas para torná-lo mensurável.

Outra análise a ser feita é em relação a como o indicador pode ajudar na tomada de decisão. Em se tratando da produção, por exemplo, existem inúmeros dados que podem ser mensurados e transformados em KPIs, como qualidade, produtividade e lucratividade. Cabe ao gestor avaliar qual deles é realmente importante para basear as decisões sobre os próximos passos da indústria.

Por último, também é necessário escolher KPIs que possam ser medidos periodicamente, conforme a necessidade. Há alguns resultados, por exemplo, que não podem ser acompanhados apenas anualmente, pois nesse período o negócio já pode ter amargado um prejuízo expressivo sem que o gestor tenha tido conhecimento sobre ele.

A falta de acompanhamento contínuo dos resultados é uma falha grave para a gestão industrial, que acaba implicando em outros erros significativos, como imprecisões nos cálculos sobre as finanças do negócio e a insatisfação do cliente. Aliás, você pode conhecer mais sobre os principais erros na gestão de indústrias em nosso e-book sobre o tema.

No material, você vai entender como identificar, prevenir e solucionar cada uma das falhas mais comuns em empresas desse segmento. Clique na imagem abaixo para fazer o download gratuito agora mesmo:

A importância da tecnologia para o acompanhamento dos resultados

Como você viu, os KPIs são indicadores baseados em informações sobre a performance da empresa. Esses dados devem estar sempre organizados e atualizados e, além disso, é preciso disponibilizá-los com agilidade para que sejam acessados no momento em que houver necessidade.

Para garantir esse controle e organização, é fundamental contar com soluções tecnológicas que possibilitem a integração das informações em um mesmo espaço, como o ERP Radar Empresarial, oferecido pela Teklamatik. Com ele, os gestores podem acessar os dados sobre qualquer área da indústria em um mesmo lugar e contar com relatórios gerenciais que cruzam as informações sobre esses setores, facilitando a análise dos KPIs e, também, a tomada de decisão.

Entre em contato conosco e saiba como essa solução pode beneficiar o seu negócio. Você também pode tirar dúvidas ou deixar suas impressões sobre o tema nos comentários abaixo!

Compartilhar
Tags
Sobre o autor
× Como posso te ajudar?